Feliz aniversário para o blog.

Queridos e queridas

Há sete anos, em 11 de abril de 2009, eu estreava como blogueira.

Naquele sábado, meio tímida e insegura, eu publicava “A.E.I.O.U.W.W.W.”, uma crônica sobre a internet. (Nem imaginava que, três anos depois, eu estrearia como escritora e com um livro justamente sobre ela.)

fdm aeiou

O blog foi ensaiado à exaustão, posto que sou touro com ascendente em mula. Eu costumava escrever as crônicas e mostrá-las apenas a duas amigas queridas, Flávia Aidar e Januária Alves, que, pacientemente liam tudo e me incentivavam, mesmo quando o texto era uma porcaria. Amigo também é para essas coisas. Janu, alguns anos depois, viria a ser a pessoa que me apresentaria ao mundo dos livros e me mostraria que eu também era capaz de fazê-los. Não tem como não amá-las, e muito.

Um dia, lá em 2009 ainda, acordei petulante e resolvi mostrar um dos meus textos para a Cris Guerra, do Hoje Vou Assim. Eu não a conhecia. Ela gostou e resolveu publicar o link da minha Brincadeira Séria em seu blog e os leitores dela resolveram vir, em peso, ler. E eu resolvi que a Cris é minha fada madrinha.

Em sete anos meus filhos cresceram, meus cabelos branquearam, avermelharam, eu me tatuei um tanto, publiquei um livro, o segundo está a caminho e eu contei muitas histórias por aqui.

Com vocês, uma geral desses sete anos de blogagem:

  • 380 mil visitas
  • 573 textos, entre crônicas, minicontos, cartas e poesias
  • 4.737 comentários (Eu sempre me espanto com esse número porque, desses, se até hoje recebi uns cinco falando mal do blog, me botando no lixo, foi muito. Juro. Vocês são muito bonzinhos.)

Estas são as leitoras e o leitor que mais comentaram e comentam por aqui . Não são os únicos comentadores “de carteirinha”, mas o WordPress só listou os Top 7, fazer o quê. A todos, desta micro lista e da lista imensa que mora em meu coração, dedico a minha maior e melhor gratidão. Este blog me deu e continua dando bons amigos, desses de tomar café junto, abraçar, contar causo, rir, chorar.

fdm comentadores

 

O blog também já teve várias carinhas nesses sete anos. Algumas delas:

fdm carinha 1 x

fdm carinha 6 x

fdm carinha 4 x

 

Os posts mais lidos até hoje:

Carta para a amiga que foi embora (e eu gosto de fantasiar que é ela, a própria, que vem ler)

Brincadeira Séria

Certinhos

Café com os medos

Chega de cinza

E de onde os leitores vêm?

  • Brasil
  • EUA
  • Portugal
  • Reino Unido
  • França

E de vez em quando aparece alguém perdido do Quênia, Bangladesh, Bahrein…

Tirando os leitores que visitam o blog intencionalmente, algumas pessoas chegam até aqui porque pesquisam, nos sites de busca, palavras-chave ou termos, que listam o FDM dentre os resultados. E isso sempre me diverte. De vez em quando o Google lista coisas assim (transcrevi aqui exatamente como as pessoas digitaram):

Nomes para sapos

voce ja ouviu falar em esminhocar observando a sua formacao que significado voce acha que tem essa palavra

a abelha consegue voar pq é surda

quanto tempo leva para a pessoa te procurar depois de fazer a amarração

greve por melhores mesadas, e se eu não der? eu não tomo mais banho

como ser uma pessoa certinha

como deixar de ser certinha

Nesses sete anos, confesso, já tive vontade de matar o blog várias vezes. Duas coisas não me deixam fazer isso: vocês e eu. (Nós, portanto.) Vocês, porque me leem e gostam e me contam isso e me botam pra cima e pra frente. Eu, porque se não escrevesse ficaria tudo ardendo aqui dentro e provavelmente eu já teria somatizado e sucumbido.

E já estive perto, muito perto de postar a última crônica. Porque é assim, gente: nem sempre escrever é uma delícia. Nem sempre os textos saem facinhos (às vezes, só tenho o fim; ou só o começo; ou só o meio.) Escrever cansa. Mas também salva.

E só sei que hoje a data é muito querida.

E só sei que queria dar um beijo e um abraço demorados em cada um de vocês que estão sempre por aqui – desde 2009, e os que chegaram depois, e os que estão chegando hoje.

Gratidão define.

Com carinho,

Sil

Anúncios

16 comentários sobre “Feliz aniversário para o blog.

  1. Parabéns Silmara e a este blog maravilhoso! Eu descobri o blog num post da Cris Guerra, publicado no Facebook. O texto era justamente o “Café com os medos”, gostei tanto que me inscrevi e hoje recebo as atualizações, leio todas. Seu modo de escrever e suas histórias contadas com paixão e simplicidade proporcionam mais leveza no nosso dia a dia, diante deste pesado ambiente que é a internet, excesso de informações e tal. Continue, são as coisas simples e sinceras que tocam o nosso coração. Grande abraço!

    Curtir

  2. Silmara é com muito prazer que venho aqui deixar registrado meu orgulho de ser amiga e ter reencontrado depois de tantos anos e ver que cresceu e virou uma escritora, muito chique isso!!!
    Já era sua fã no tempo da escola, agora então!!! nem se fala!!!
    S U C E S S O sempre, minha amiga linda!!!

    Curtir

  3. Não lembro como.cheguei aqui, mas sei que leio tudo (E repito, aleatoriamente, muitas vezes) e comento sempre que tenho algo relevante a dizer. Não sei porque o WordPress me sabotou…
    Sei que lembro de quando vc foi ver a Cris, minha cabeça de FDS me fez achar que você morava em BH, e quando fui la, fiz contato querendo te encontrar. Lembra disso? Hahaha Eu e meus micos!
    Mas enfim… feliz de ver que mesmo com “hoje não tem” de vez em quando, o blog não para! Nem você!
    Beijo, parabéns!!!

    Curtir

  4. Afff, que delícia ser “a” top…rs E conheço vc através da Mônica Souza, minha irmã, que um dia me passou seu link:”Lu, vc conhece uma moça chamada Silmara? O blog dela é ótimo.” E me passou o nome e eu fui atrás. Amei, de primeira. Sei que a crônica era sobre algo que estávamos conversando, mas não me lembro o quê. Só sei que foi amor à primeira lida.
    Eu é que agradeço ser sua leitora. Espero que o livro que vem aí seja o de crônicas. Sucesso, sempre.
    Beijo, Silmara.

    Curtir

  5. Conheço seu blog de pouco tempo, mas é como se fosse de longa data.
    Numa palestra – ou numa conversa, como se apresentou – com Martha Medeiros, ela falou que escreve para se auto conhecer, para organizar os pensamentos, para refletir a vida. Achei isso tão bacana e depois vim a saber que é o que acontece com muitos escritores. Desconfio que é o que acontece com você, Silmara, uma escritora/cronista/poeta que, assim como Martha, transforma coisas do cotidiano, pérolas de sensibilidade humana. Você é pérola. Continue, nem que seja por você mesma. Confesso que, diante do número de postagens, li pouquíssimos, mas os poucos que li, sempre me tocaram muito. Parabéns!!!

    Curtir

  6. Emocionante. Bom poder fazer parte desse percurso tão cheio de histórias repletas de tantas emoções. Já chorei com seus textos. Já ri. Já senti raiva… Tantos e diversos sentimentos que sua escrita provoca. Isso faz de mim fã e cúmplice. Parabéns, querida. 🍷🍷

    PS.: bom continuar no trending topics… rs.
    PARABÉNS!!!

    Curtir

  7. Não podia deixar de comentar esse, né?
    Esse blog já me fez rir, me fez chorar, me fez chorar ainda mais, me fez achar que por alguma bruxaria você lia meus sentimentos, me fez acreditar que eu tenho alguma conexão com você, me fez rir mais um pouco e chorar mais um pouco.

    Não consigo mais imaginar meu final de semana sem começar com um texto daqui …. ele traz cor para minha sexta feira, me fez companhia na Argentina e na China, me faz companhia em manhãs frias e dias corridos …. já não sei viver sem você.

    Espero não ler nunca, nunquinha o último post, porque aí sim, vou chorar horrores e não parar nunca mais.

    Sil, já falei e repito … sou sua fã, virei sua fã.
    Parabéns pelo blog, pela sua persistência, pelo seu talento!!!
    E, obrigada!

    Um beijo enorme no seu coração e no seu blog!
    Em você eu dou no próximo café …..

    Curtido por 1 pessoa

  8. Gente, nunca soube que foi assim…mas o certo e que vc foi ate a cris e eu ate voce. E adoro tudo que escreve e adoro voce.bj

    Curtir

  9. Silmara querida, seu blog é um sucesso porque é bom e é bom porque é um sucesso! Melhor que biscoito! Sou sua fã e fico sempre muito feliz porque sua teimosia acabou e o blog nasceu!…Vida longa ao Blog da Silmara Franco, gente!!!

    Curtir

  10. Adoro os seus textos Silmara! Cheguei aqui através da Cris Guerra e nunca mais deixei de visitar. Parabéns por esses sete anos!

    Curtir

  11. Parabéns!!! Adoro seu blog e sempre que posso apareço, me divirto e comento. Compreendo a dificuldade em escrever (também tenho), o desejo de acabar com ele várias vezes (também tive), e a conscientização em permanecer. Fique. Escreva e faça nosso dia sempre mais prazeroso através de seus textos. Quer dizer que vem vindo coisa nova por aí? Delícia!!! Vou aguardar. Beijos

    Curtir

Quer comentar?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s