Curriculum mater vitae

Ilustração: Doug Miller

Perdi a conta de quantas vezes atualizei meu curriculum vitae nas últimas duas décadas, na intenção de mostrar aos selecionadores de RH quem sou, o que fiz, o que faço e o que sou capaz de fazer. Peça fundamental no jogo nem sempre animado do mercado de trabalho, ele pode definir o rumo de uma vida – para o bem ou para o mal.

As mulheres não sabem, mas a partir do momento que dão à luz, passam a montar sua versão particular de CV, chamado curriculum mater vitae, o currículo de toda mãe. Servirá para atestar quem elas são, o que fizeram, o que fazem e o que são capazes de fazer, só que sob outro ponto de vista: o da maternidade.

Ao contrário do currículo tradicional, este não se destina à prospecção de novas oportunidades – posto que mãe é cargo vitalício -, mas ao registro íntimo de uma condição eterna. O meu seria mais ou menos assim:

Formação

Ensinos fundamental, médio e superior completos. Sendo que nada aprendido neles serviu para alguma coisa depois de ter se tornado mãe.

Idiomas

Mamanhês avançado: fala e entende.

Resmunguês e choraminguês avançadíssimos: entende, mas finge que não.

Experiência

Forte atuação em educação infantil doméstica, conciliando métodos modernos e tradicionais, como tapa no bumbum e meia hora de castigo no quarto, visando a autorreflexão do filho.

Sólida, muito sólida, incrivelmente sólida experiência em gerenciamento do tempo, como preparo de lancheiras e transporte escolar em prazo recorde.

Ampla vivência, bem além da desejada, em resolução de conflitos e tomada rápida de decisões, com ênfase em casos onde não se sabe qual filho bateu primeiro no outro.

Foco em sustentabilidade, promovendo doação de roupas e brinquedos usados, e política antidesperdício, almoçando e jantando restos da cria.

Benchmarking com outras mães, pais, professores e benzedeiras em geral.

Participação ativa em festinhas infantis e apresentações de balé e karatê.

Excelentes conhecimentos do universo das histórias em quadrinhos, desenhos animados e séries infantis de TV.

Faro apurado para detectar inflamações de garganta, mentiras e orelhas mal-lavadas.

Ótimas noções de nutrição infantil, adquiridas na marra.

Responsável pelo incremento da população mundial em 0,00000003%.

Nível de reporte: Maria, a mãe de todos, chairwoman do céu.

Cursos extracurriculares

“Motivando crianças a tomarem banho sozinhas”

“Como liderar uma equipe-mirim da pá-virada”

“Extração de dentes-de-leite, método prático e indolor”

“Primeiros-socorros: o poder do beijinho”

“A arte da paciência: vivência com monges budistas”

“Técnicas de negociação – módulos I, II e III”

“Autocontrole – módulos I, II, III, IV, V, VI, VII, VIII, IX e X”

Prêmios

“Melhor mãe do mundo”, por permitir que filhos e seus amigos assumam a cozinha para confecção de cookies de chocolate.

“Pior mãe do mundo”, por exigir o recolhimento diário de todos os brinquedos espalhados na sala.

Principal realização

Implantação de gente bacana no mundo, resultado de trabalho em equipe com o pai.

Comentários adicionais

Não está em busca de novos desafios. Considera o seu de bom tamanho.

Pretensão: ser uma mãe possível.

About these ads

21 comentários sobre “Curriculum mater vitae

  1. “Primeiros-socorros: o poder do beijinho”

    hahahahaha ri alto.
    Adorei.
    “ser mãe é padecer no paraíso……… ou onde a criança estiver”
    Ouvi essa de uma amiga que foi mãe na universidade!

    Beijinho, Camie Fonseca.

    Gostar

  2. hahahahaha… vou copiar esse modelo de curriculum. Mas vou excluir algumas coisas que vc é fantástica e eu ainda não domino amiga… Empresta teu braço com a “paciência” pra eume inspirar. TE AMO amiga. Bjs

    Gostar

  3. Silmara, cheguei aqui através da Laély.
    Cheguei e fiquei. Teus textos são perfeitos!!
    Vc me autoriza a colocar um no blog???

    beijocas, flor!!! Vou continuar passeando por aqui!!

    Gostar

  4. Daria pra escrever um livro em cada um dos itens mencionados em “cursos extracurriculares”.
    O primeiro dente de leite dele esta mole. Sera que eu vou saber o que fazer?

    Gostar

  5. Silmara, feliz dia das mulheres!! pra lembrar que temos a força e a coragem que precisamos. pra ter fé. sem perder a ternura jamais!
    beijos,
    Cecília-BH

    Gostar

  6. Silmara, mandei pra minha filha, através do Fb. Espero que não se importe. Hilário e sério ao mesmo tempo! Ri muito. É exatamente isso, só que mentes brilhantes como a sua se lembram de colocar no papel.
    Por mim, duvido dos módulos autocontrole. Não passava do I. rsrs
    É muito desgaste, né? Pior é quando crescem, viu? rsrs (ouvi umas boas de uma filha hoje, não que não tivesse razão, mas dói! rsrs).
    Beijo!
    (meu post de ontem teve o tema “Mãe”, pra mim é sempre recorrente…rsrsr)
    http://www.luciahsoares.com

    Gostar

  7. Sil…….mais uma vez, AMEI seu texto, que como sempre, corresponde literalmente à nossa realidade, porém, poeticamente. Parabéns e obrigada por compartilhar tudo isso conosco.
    Abraços de sua leitora graduanda em maternidade!

    Gostar

  8. Sil, adorei!!!!
    lindo demais…
    É isso aí…. Super mãe…
    Sou uma das testemunhas de que vc está criando pessoinhas maravilhosas p a vida…
    Bjs!!!!!!

    Gostar

  9. A pretensão é a chave de ouro. O PESO fundamental do CV.
    Tomara que vc consiga, amiga.

    Dei muuuuita gargalhada.
    Vc consegue!!!

    Força!!! rs

    PS.: vc tem um FORTE poder de me afastar do desejo de ser mãe. Obrigada por isso… rs

    Gostar

Quer comentar?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s