Crônica de minuto #50

Xampu que deixa o cabelo duas vezes mais resistente. Pasta de dente que deixa o hálito três vezes mais fresco. Pilha que dura seis vezes mais. Sabão em pó que lava duas vezes mais branco. Cloro em gel que limpa três vezes mais. Adoçante que adoça cinco vezes mais.

Eu, consumidora distraída, achando que era a propaganda, a alma do negócio. Não. É a matemática, meu bem.

Como se calcula o frescor de um bafo, a força sansônica de um fio de cabelo, a brancura do uniforme do filho? De que jeito medir o tamanho de uma limpeza, estimar a dimensão da doçura? O doce mais doce que o doce de batata-doce, todos sabem, é o doce de batata-doce.

Eu, que sou mil vezes mais esperta que muita gente, perdi a conta de quantas vezes caí nesse conto. Eu, que tenho duas vezes a idade do publicitário que bola a papagaiada, já conduzi minha compra baseada no apelo. Depois, sequer consegui tirar a prova dos nove.

É normal, às vezes, não parar para pensar. Mas só às vezes.

Hoje, quando vejo anúncio assim, dou três vezes mais risada. E fujo dez vezes mais rápido.

Anúncios

8 comentários sobre “Crônica de minuto #50

  1. Oi, Silmara
    Eu trabalho em pesquisa e desenvolvimento de uma grande empresa de produtos de consumo, e infelizmente tenho que discordar do seu discurso.

    Para podermos divulgar essas alegações, precisamos montar extensos dossiês, com séries de protocolos e análises de laboratório.

    O que se declara em comerciais é regulamentado pelo próprio mercado. Assim, se o concorrente “truca” o que você declara, é necessário defender cada declaração cientificamente num fórum específico. Se ficar julgado que as declarações são irreais ou não podem ser comprovadas, o comercial é retirado do ar.

    Já as informações de rótulo passam por aprovação dos órgãos regulamentadores do país antes mesmo de termos autorização de fabricar cada novo produto.

    Então, uma dica que eu dou é: conheça as empresas de quem você compra seus produtos. Pesquise, leia a respeito. Entregar o benefício que ela declara em rótulo e comercial é o mínimo que o governo e a própria concorrência te cobra.

    Além disso, um produto que te promete uma vantagem que você não vai ter como avaliar possivelmente é um produto que não merecerá a sua confiança e não será considerado na sua próxima compra.

    O que me preocupa mais quando eu compro algum produto é justamente sobre o que não se faz nenhuma declaração a respeito.

    Pois se o que você declara é preciso comprovar, quando o negócio está feio, melhor não trazer o foco para o que queremos mais é esconder: quais as iniciativas de redução de impacto ambiental de nos ciclos de produção, qual o tratamento e remuneração que dão a seus colaboradores (trabalho escravo, alguém já ouviu esse termo relacionado a marcas globais recentemente?), de onde e como são extraídas suas matérias primas, e como negociam e lidam com os valores através da cadeia…

    Curtir

  2. Nada como o tempo e a experiência para desconfiar da publicidade!! Curti 21 vezes (soma das maravilhas prometidas no primeiro parágrafo)! beijo.

    Curtir

  3. Silmara, adorei seu texto. Tenho comprado tudo bem baratinho, talvez porque eu tenha agora 3 vezes a idade de quem bolou a propaganda… Mas, espera aí, idade é garantia?

    Curtir

  4. Sil, voltei de férias ontem …. e já tô no ritmo louco de sempre!!!!!
    Nada como começar o dia com uma crônica, mesmo curtinha ….. adoro!!! Sou sua fã! Beijos e boa sexta!

    Curtir

  5. hehehehe, Silmara, como é bom ler teus textos logo cedinho, hehehehe
    Um beijinho daqui de Curitiba, que apesar do sol duas vezes mais quente que ontem, tem um vento três vezes mais gelado!

    Curtir

  6. hahaha… mas é verdade né! Hoje em dia as propagandas são sempres obre o que eel faz mais/melhor que o outro!
    Aqui nos USA eles inclusive colocam as outras marcas na TV e esculhambam.

    Curtir

Quer comentar?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s