Falando de Vinicius

falando de amor

Dona Odila era a professora de Português. Usava um penteado démodé, e tinha gestos e falas formais demais para cativar a audiência adolescente do ginásio. Certa vez, estudávamos o Romantismo. Como lição de casa, deveríamos pesquisar e trazer para a aula seguinte um texto, de qualquer gênero e época, sobre o tema.

Não tive dúvida: copiei no caderno, caprichando na caligrafia, a letra de “Falando de Amor”.

Se eu pudesse por um dia,

esse amor, essa alegria,

eu te juro, te daria,

se pudesse esse amor todo dia

Foi na adolescência que descobri, pra valer, Vinicius de Moraes. O amigo do meu irmão nos emprestava seus LPs e nós gravávamos, em um tape-deck da Polyvox (bom pra chuchu), nossos próprios greatest hits, em antológicas fitas K7.

De vez em quando, depois das aulas, as amigas iam em casa, passar a tarde ouvindo música. E houve um tempo que a tríade sagrada – Vinicius, Toquinho, Tom – dominava a playlist. O que não era muito comum para garotas de treze anos. Eu decorava as canções, os sonetos, e me transportava para aquele universo idílico.

Dia seguinte, mostrei meu trabalho à professora. Dona Odila parecia encantada. Repetiu em voz alta alguns versos para a classe, marcando bem as palavras que caracterizavam a pauta da aula: amor, coração, alma. Reparei que ela, deleitada, até suspirava em algumas partes.

E, justo quando me descobri fã e dei para amar Vinicius, ele inventa de morrer. Era 9 de julho de 1980. Fiquei desolada, numa espécie de orfandade. Ou viuvez.

Choro eu, o teu cantor,

chora manso, bem baixinho,

nesse choro falando de amor

As K7 me consolaram. Hoje, aquele acervo que escorria sentimento mora no Spotify. O importante, ao final, é que o amor não morra. São quarenta anos sem o Poetinha. E a certeza de que a Dona Odila, naquele dia, estava, sim, apaixonada.

Quer comentar?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s