Manifesto vermelho

“Fábulas e mentiras”, 2012 – Simone Huck

Branca de Neve é moça triste, embora das mais bonitas. Eu a conheço, desde criança. Somos vizinhas de porta.

Solitária, ela recolhe e lava, três vezes ao dia, sete pratos sujos, oito com o dela. Enquanto faxina seu lar, é observada por cada um dos velhos retratos pendurados no corredor. É sua própria dinastia, convencendo-a a manter tudo como está. Obediente à genealogia, ele segue aprumando a rotina conforme ensinamentos ancestrais.

Acontece que Branca de Neve, especializada em doçuras e gentilezas, também assiste TV, também está no Facebook. Mas ela não vai às ruas protestar. Seu manifesto é doméstico, silencioso, e se dá na longa avenida que vai da área de serviço ao quarto de dormir e amar.

Ao ver a turba em passeata pelo país, acreditou que ela também poderia ser indignada e ruidosa. Contra o quê marcharia, afinal? Não aprendera a saber. Pensou, pensou, pensou. E decidiu.

A partir de sempre, Branca de Neve não aceita mais convites para encenar qualquer fábula. Abandona de vez a mornidão e recusa alegrias anãs. Espelhos respondões, caçadores bondosos, amores súbitos? Não. Nesse conto ela não cai mais.

Amanheceu e ela se foi. Deixou sete camas por fazer, oito com a dela. Largou para trás a floresta densa dos seus pensamentos e foi ter com sua algoz, a Rainha Má. Encarou-a e, no desvario seu, decretou seu estado particular de urgência. Agora é ela quem envenena as maçãs: “Aceita uma?”

Não passou na TV, ninguém pôs no Twitter. Porém, diferente do que propõe a tradição da natureza, Branca de Neve acordara de seu sono profundo, sua hibernação social, em pleno início de inverno. Sem ajuda divina, nem beijo real.

Findas as maçãs, eis a nova estação.

Agora é Branca de Neve nos campos de morango para sempre.

Anúncios

7 comentários sobre “Manifesto vermelho

  1. “alegrias anãs”… (foda).
    Gosto dessa revolta vermelha nessa branca de neve black. Gosto da limpeza da casa e da mudança de campo. Agora é morango e quem sabe, ela não vire uma grande confeiteira?
    Bela volta, Sra. Franco. Bela volta sem ser a Bela Adormecida.

    Curtir

Quer comentar?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s