Crônica de minuto #28

Abri aleatoriamente o caderno que uso para trabalhar, queria uma folha em branco. E folha em branco se arranca do meio, nunca a próxima livre. Ali, encontrei desenhos das crianças: um trem comprido e uma minhoca com laço na cabeça. Não tive dúvida sobre quem fez qual. Fiz de conta que era uma surpresa para mim, beijá-los era urgente. E há quem não acredite que a arte transforma a vida.

About these ads

3 responses to “Crônica de minuto #28

  • marisa

    que lindo!!!

    Curtir

  • Daniele

    risos! peguei uma folha de um bloco com o timbre da empresa onde trabalho e dei para o Gugui rabiscar enquanto eu terminava um relatorio.

    Ele ficou alguns miniutos em silencio, rabiscando com canetinha. Terminei o trabalho, quando fui pegar a folha, lá estavam as letras graúdas do pequeno, que copiaram de forma fiel o timbre, incluindo seus Y e & do nome da empresa onde trabalho, depois ele falou “Viu, eu também estava trabalhando”

    não foi uma obra de arte, mas eu guardei a folhinha com muito amor.

    delícia encontrar coisinhas dos nossos filhotes assim, de repente né?

    beijos

    Curtir

  • Elan Popp

    E a vida transforma a arte. Afinal, um desenho deixou de ser apenas um desenho a partir do momento que nele estavam coloridas todas as histórias da sua cria amada… e virou uma Obra de Amor!!
    Lindo isso, Sil querida!!! Bj!

    Curtir

Quer comentar?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 245 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: