Pequena lista de lembrar

Foto: Sara/Flickr.com

Preciso me lembrar que já tive cinquenta centímetros de altura. E que já tive meio centímetro, também.

Preciso me lembrar das (poucas) cicatrizes que tenho, como a deste dedo aqui, adquirida na máquina de cortar frios da venda dos meus pais, mais de trinta anos atrás.

Da minha madrinha fazendo careta, e da benção do padrinho, tomada sempre a contragosto. De como eu achava interessante eu e minha irmã termos padrinhos com o mesmo nome.

Do primeiro dia de aula no pré-primário, quando a professora pediu para cada um pendurar sua mochila vermelha no cabideiro e eu, por vergonha e não falta de educação, pedi que ela a colocasse lá para mim.

Do tamanco vermelho com costura branca que eu usava quando tinha seis anos, e insistia em andar com metade do calcanhar para fora, só para irritar minha mãe.

Do sonho aos sete anos: um gigante ruivo e barbudo saía de um buraco do fundo de uma caixa de areia, na vila onde morávamos, e aterrorizava os vizinhos. Se eu fechar os olhos, ainda posso vê-lo inteirinho. Ele não tinha cara de malvado. E nunca mais me visitou nos sonhos.

Da primeira noite que passei inteirinha acordada (por volta dos treze), simplesmente porque estava com vontade, e acabei escrevendo uma porção de coisas num caderno que não sei onde foi parar.

E das músicas que eu gostava aos dez, vinte, trinta anos.

Preciso me lembrar do Fritz, a maritaca que meu irmão comprou achando que era um papagaio, e a gente aprendeu a gostar, e ficamos tristes quando ele sumiu. E do Chico, o gato que apareceu no telhado de casa todo queimado, e nós cuidamos dele lá em cima mesmo, e ele ficou bom, depois partiu e, um dia, reapareceu para nos apresentar a esposa e os filhotes. Preciso, na verdade, me lembrar de todos os bichos que já passaram pela minha vida, seus nomes, histórias e manias.

Preciso me lembrar de procurar o Osmar, vizinho e amigão de infância, na internet e em todas as listas telefônicas que existirem. E me lembrar também de continuar batizando alguns dos meus personagens em sua homenagem, que é uma forma de ajudar o universo a conspirar pelo reencontro.

Preciso me lembrar que, um dia, eu soube de cor todos os elementos da tabela periódica.

E que cogitei ser engenheira. Sequela do sarampo, só podia ser.

Falando em sarampo, preciso me lembrar do febrão que me fez delirar, vendo pessoas na janela do quarto e tendo alucinações com números gigantes.

Preciso me lembrar que eu fazia bolo para vender no colégio, na hora do intervalo; que costurava minhas próprias roupas e inventava minhas bijuterias.

Preciso me lembrar de quando não fui ao show dos Rolling Stones, porque havia terminado com o namorado. Para nunca mais perder um show por causa de amor – ou a falta dele.

E que prometi a meia dúzia de amigos repartir o prêmio da Mega Sena, caso eu o fature um dia.

Preciso me lembrar da minha filha na horta dos tios, lá no interior das Minas Gerais, agachadinha, espiando o mandruvá na folha de babosa. E do meu filho, desenhando um cartão de dia das mães, pedindo para eu não olhar enquanto não estivesse pronto.

E de todas as cores que meus cabelos já tiveram.

E de como minhas células se acabam de dançar quando ouvem “That’s the way (I like it)”, aquela do KC & Sunshine Band, para me lembrar de ouvir sempre.

Preciso me lembrar que, de acordo com as estatísticas e o fato de eu não fumar, nem beber, estou mais ou menos na metade da minha vida. Melhor, portanto, caprichar na soja, investir na palavra-cruzada e me convencer de que dá tempo de aprender a tocar piano. Bom lembrar, também, que se eu continuar fazendo uma tatuagem a cada ano e meio, quando eu fizer cem anos só terão sobrado as palmas das mãos e as solas dos pés.

Preciso me lembrar da importância das coisas sem importância, para aprender a relativizar.

E lembrar que ninguém nesta vida me cobra a perfeição, exceto eu.

Lembrar também que amanhã é meu aniversário e, sendo assim, tenho o direito, garantido pela minha lei, de fazer o que der na telha. E que domingo é Dia das Mães, que sou uma e que já tive a minha, desde quando eu tinha cinquenta centímetros de altura. Quer dizer, desde meio centímetro. Menos, até.

Nota: o Osmar eu reencontrei, em 2012. No dia do lançamento do meu livro. Uma alegria só! A foto está aqui: https://www.facebook.com/photo.php?fbid=4224093755669&set=t.1084994260&type=3&theater

About these ads

25 responses to “Pequena lista de lembrar

  • Laély

    Preciso esquecer que fico mais velha, mês que vem.
    Preciso lembrar, do aniversário dos amigos.
    Acho que preciso de uma lista…
    Abraço apertado, mesmo que atrasado!

  • Rafa

    Eu não esqueci do seu aniversário. Juro. Mas esquecei de mandar um email de desculpas, assumo. Talvez ainda dê tempo… Só não coloque meu nome na sua lista como o esquecido. Prefiro que fique perto das cosias para se fazer no interior das Minas Gerais!

  • nina

    Ainda bem que vc nao virou engenheira!
    Mas mesmo se tivesse sido engeheira, a alma nao muda de profissao né Si? Quem escreve aqui é a alma… e ela escreve divinamente.

  • Marília Luz

    Bom, como eu ouvi dizer que antes tarde do que nunca…
    Sil, parabéns!!!
    Que você continue com essa memória boa, pra lembrar e escrever coisas gostosas sempre!
    Muita felicidade, saúde e muitas letrinhas!!!!
    Bj!!

  • Eneida

    Parabéns!!!
    Tudo de bom!!!
    Que lindo texto!
    Beijo!
    http://tengavolantes.blogspot.com

  • Patty Piloni

    Sil… Parabéns pra vc minha querida e linda amiga. Muitos bjs iluminados pra que vc continue nos iluminando com seu jeito inspirador de escrever. Amo vc e que tudo de bom se realize.
    Patty

  • paula mello

    Diz o ditado que lembrar é viver, que cada vez que lembramos vivemos novamente aquele instante, eu acho que isso por si só é uma bênção que Deus nos dá de viver duas vezes na mesma vida. Mas… Não fiquemos apenas na lembrança do que já foi, ao contrário, que os seus olhos se voltem ao futuro, agora representado pelos dois pequenos que são seus até um dia, quando abrirão suas próprias asas, escolherão suas músicas, seus amores e suas lembranças. Resta desejar no seu aniversário que você seja sempre lembrada por todos, mas principalmente por eles, como a melhor mãe que alguém poderia ter. Desde o meio centímetro ou talvez até menos.

    Beijo grande, feliz dia das mães e feliz aniversário!!

  • Karol Vale

    Muito bom a sua pequena lista, acho que se tiver de fazer uma não vai ser pequena, então vou deixar para lá, ou colocar como primeiro item da lista: fazer uma lista com as coisas para lembrar!
    =D

  • Ana Lucia

    Parabéns e muitas felicidades pra essa moça que leva inspiração a tanta gente! =)

  • Renata Sperandio Nascimento

    Preciso me lembrar de sempre aparecer por aqui para sair com a alma mais leve e o coração mais feliz.

    Um ano iluminado para você! Parabéns com muito, muito carinho.

    Um beijo,

    Renata.

  • Cris Prado

    Querida, PARABÉNS!!
    Sei que atrasados, mas de coração!
    É que não deu pra eu entrar no blog essa semana.
    Que Deus a ilumine a cada dia e que te proporcione toda a inspiração de que precisa pra continuar sua empreitada.
    Vive

    • Cris Prado

      Preciso aprender a usar o meu notebook!!!
      Publiquei minha mensagem sem terminá-la!!!!
      Desculpe-me!
      Continuando…
      Viver dá muito trabalho, mas é incrivelmente maravilhoso.
      MUITOS ANOS DE VIDA, saúde pra dar e vender, dinheiro no bolso e SUCESSO!
      BJS de uma de suas admiradoras.
      Cris

  • arianna

    Parabens prá voce
    nessa data querida
    Muitas Felicidades
    Muitos anos de vida!
    Viva Silmara!! Viva! Viva!
    Hip hip… hooray!!
    Silmara, tudo de mais lindo pra voce
    hoje e sempre.

    Hoje começa um novo ciclo em sua vida. Espero que ele lhe traga muita alegria, muito amor, muita inspiração prá continuar fazendo nossas vidas mais leve com suas cronicas.
    beijo grande, abraço apertado

    (feliz Dia das Mães nesse domingo e nos outros 364 dias até o próximo!)

  • Simone Huck

    Querida Sil… quantas listas, quantas lembranças, quantos pensamentos.
    Parecemos mesmo esse papel que ilustra a crônica: um rascunho cheio de cores, linhas tortuosas, vezes sinuosas… Somos um ontem misturado com um hoje e espelhado num imprevisto amanhã.
    Hoje estou triste, e se for dar vazão a isso, eu escreveria um livro aqui no seu comentário.
    Então, como a tristeza também faz parte da lista, desejo a você o contrário dela: muitas felicidades na metade da vida que lhe resta !!!!!! E amanhã, amanhã se puder, por um segundinho, feche os olhos e imagine meu abraço e minha amizade.
    Adorei ler sua lista. Me fez lembrar da minha !!
    Um bj queridona.

  • Fabiana Ius

    Muito lindo esse texto! E parabéns, Silmara! Pelo seu aniversário amanhã, pelo Dia das Mães, pelas coisas que vc escreve que despertam nossas emoções mais profundas e pelo seu dom de enxergar grandezas nas coisas mais simples dessa vida. Não canse de nos mostrar, um dia a gente aprende! Beijos

  • Nina

    Feliz aniversário, feliz Dia das Mães e o desejo que você viva muitas e muitas mais coisas para se lembrar com tanto carinho.
    Um beijão!

  • terracotabolsas

    Ai Sil, você sabe como escrever coisas que nos fazem sorrir, e reparar nos detalhes da vida dos quais já nem lembrávamos… Preciso lembrar de muitas coisas sobre mim também, e principalmente preciso lembrar de pensar em mim, fazer também as coisas que eu gosto, e não só aquilo é é necessário, urgente ou que é obrigação. Como a gente esquece disso rapidinho, não?

    Amanhã também é o meu aniversário, e vou cumprir a sua lei, que também será minha: vou fazer o que me der na telha e comemorar o fato de estar viva, de ter pessoas sensacionais na minha vida, de ter a oportunidade de aprender cada dia mais um pouquinho, e de poder mandar meu carinho para quem merece, como você.

    Parabéns e viva nóis amanhã e sempre!!!

    (espere o abraço amanhã, mesmo que virtual)

  • Rose

    Parabéns, Sil!

    Pelo aniversário, pelo blog, por nos fazer lembrar de tanta coisa.
    Esta semana é uma semana cheia de lembranças pra mim, e mais uma vez suas palavras tocaram meu coração.

    Beijão
    Rose

  • katia

    Nosssssa, vc me fez lembrar de tantas coisas que que não posso esquecer…obrigado!
    Que DEUS continue te abençoando sempre… feliz aniversário!
    Abraço forte!

  • Myrian

    Minha querida Silmara, preciso te lembrar o quanto seus textos são deliciosos, adoraveis, leves e intensos ao mesmo tempo. Amo ler o que produz…
    Um grande Feliz Aniversário e aproveite o seu dia, todinho seu!
    Bjos
    Myrian

  • Noh GOmes

    OLha se existir um jeito mais lindo e gostoso de se começar o dia que não seja te lendo eu nem quero saber, pois meu dia fica lindo, radiante, com um sorriso gigante no roso quando venho aqui.

    Amanhã te dou um abração, pena que é via facebook, mas é um abraço bem forte, grande, apertado, feito de urso fofo. Amanhã.

    Beijos

  • josi

    QUe linda sua lista, Sil…
    Acho que algumas dessas coisas poderiam estar na minha também, ou na de muitas pessoas… os pesadelos da infância, as noites em claro, escrevendo ou brincando de bonecas, como eu fazia, os bichinhos de estimação, os shows que perdemos, os pesadelos da adolescência… só não tenho tatuagens, mas pra compensar tenho uma cicatriz no rosto que me acompanha deste os 7 anos… do dia em que perdi minha coleção de bonecas de papel… Lembrar é uma das coisas mais importantes da vida, tenho medo de um dia esquecer tudo, acho que este é o pior pesadelo da maturidade…

    Um beijinho
    Josi

  • Lia

    Vc precisa lembrar de continuar escrevendo textos maravilhosos!!!

  • Elan Popp

    Ops… Hj ainda é 6ª feira. Amanhã é seu níver. Sorry.
    Vc sabe o porquê da confusão da minha cabeça… mas os desejos valem pro dia 7 e pra sempre!
    Bjk.

  • Elan Popp

    Poxa… dessa vez eu chorei. De emoção … de alegria por tb ter tanta coisa pra lembrar.

    E HOJE já é seu aniversário. Portanto, parabéns pela luz que vc irradia. Parabéns pelos anos vividos e compartilhados. Hj, no seu aniversário, posso dizer que EU ganhei o melhor presente: a sua amizade.
    Feliz aniversário, minha querida.
    Saúde, felicidade e “ra!” pra vc…
    Te adoro, viu? Bj.

Quer comentar?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 215 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: