A resposta do Pequeno Príncipe

O Pequeno Príncipe que apareceu aqui outro dia, lá em seu planeta que não é mais tão miúdo, recebe emails. E, em meio aos seus baobás, rosas, raposas e corcéis, os responde.

“Silmara

Demorei a escrever pela necessidade de encontrar as palavras certas. Ainda não sei se as encontrei. Quando abri a sua crônica e comecei a ler, fiquei emocionado. Emocionado porque sei que o Corcel continuou conduzindo o pequeno príncipe até depois de sua mocidade. Emocionado porque sei que foi montado naquele Corcel que o pequeno príncipe viveu sua juventude, percorreu o mundo e desfilou com sua princesa até tornarem-se rei e rainha. Emocionado porque sei que, apesar de necessária, foi dolorosa a dor da separação entre o Corcel que já carregava as marcas do tempo e o pequeno príncipe, não mais “pequeno”, nem mais “príncipe”, que escondia as lágrimas. Por fim, fiquei um longo tempo pensando como, sem ter a menor ideia ou intenção, pessoas influenciam umas às outras para o resto de suas vidas. Não tinha a menor ideia de que tinha uma ex-colega de escola que escrevia tão bem. Sou muito grato a você por conduzir-me por alguns instantes ao terno mundo mágico do passado e da fantasia.

Bjs”

About these ads

8 responses to “A resposta do Pequeno Príncipe

  • walmir beserra

    Só poderia ser mesmo um príncipe para assim responder com palavras delicadas e doces.
    Sabe…exatamente agora gostaria de ser o Pequeno Príncipe para ficar preso no meu mundo,sozinho com meus pensamentos…
    Bjão!!!
    walmirbes

  • Brisa

    Ele foi muito gentil! Um lorde… Você merece! Beijos!

  • Laely

    Ai! Amei esse retorno!
    Eu citei a crônica do “pequeno príncipe” em um outro post meu, da semana passada.

  • silmaraemutah

    E isso nao e digno de ser impresso num livro?

    Vai que e tua Silmara!

    Beijos

  • Ana Paula Monteiro

    Ai Sil….
    vc não existe….Estou precisando ir aí (ou vc vir aqui) para matar as saudades.
    Enquanto isto, continuo me deliciando com seus textos que enchem de cores e flores meus dias.
    Beijos
    Ana

  • Noele Gomes

    Que saudade do seu canto Sil, sempre venho, ando meio sem palavras, ultimamente estou colocando-as somente no papel, estava com saudade da caneta e do cheiro que exalam.

    Obrigada por mostrar sua resposta, me fez lembrar que agente cresce mas que a fantasia não acaba.

    Beijo

  • Marianne

    O “pequeno príncipe”, nem mais pequeno ou príncipe, ainda é pessoa de sensibilidade!
    Lindo Sil…
    Bjo!

  • Josi

    Que lindo Sil!!!
    As Palavras que ele escolheu, mesmo na incerteza, fora a mais pura expressão de ternura e carinho… só poderia vir do Pequeno Príncipe… emoção e ternura.
    a ele, bem vindo ao mundo da Silmara, aqui também tem rosas… e muitas palavras!

    Josi

Quer comentar?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 217 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: