Será o Benedito?

Ilustração: Andrea Joseph/Flickr.com

Outro dia o Benedito apareceu em casa, já noitinha. Eu fechava as cortinas da sala quando bati os olhos nele, sentado na poltrona. Queria saber o que eu queria com ele.

– Como assim? – perguntei. Sentei-me no sofá.

– É que você vive falando meu nome. Vim ver o que é.

Ele tinha razão. Não tem pessoa no mundo que evoque mais São Benedito do que eu. Ora é São, ora é Santo. Mas é sempre ele, como se não existisse mais santo nenhum, que eu chamo para acudir. Na hora da pressa, da raiva, do desespero, da paciência esgotada. Quando levo uma fechada no trânsito. Se percebo que não vai dar tempo de entregar o trabalho. Quando a filha chama, pela vigésima terceira vez em cinco minutos, ou a cancela do estacionamento do shopping resolve emperrar bem na minha vez. Ou, no telefone, quando a moça da pizzaria não entende o nome de onde eu moro. (Se minha profissão fosse batizar edifícios e condomínios, seria tudo simples como “Parque das Flores”, “Residencial Maria”.)

Ensaiei as desculpas ao santo mouro quando ele, amavelmente, me interrompeu. Todo santo é amável.

– Não é que eu não queira ajudá-la – disse, entrelaçando as mãos sobre a túnica, como quem se prepara para fazer uma importante explanação. – É que cada santo tem o seu departamento, compreende? A Edwiges, por exemplo, cuida do Financeiro. Se é para ontem, o Expedito dá conta do recado. Para achados & perdidos, Longino é o cara. E nem precisa dar os pulinhos, isso é invenção.

– Longino? Mas não é Longuinho, São Benedito? – perguntei.

– Pois é. Tanto tempo se passou, minha filha. Ficou Longuinho. Mais fácil de dizer. Ele não se importa, leva a coisa como um apelido carinhoso.

Eu não sabia se servia um café, não faço ideia do que gente canonizada gosta de beber. Ainda mais ele, que é bom nos assuntos gastronômicos. Mas ele é santo, deve relevar uma porção de coisas.

Então, o Benedito descobriu, sem querer, que a poltrona reclinava. Deitou-se, sentou-se, deitou-se de novo, pés balançando sob as vestes (aquilo era um All Star?), rindo uma risada gostosa de quem acabara de criar uma brincadeira nova.

– E vou lhe falar mais uma coisa – disse, ajeitando-se e encerrando a santa risada, enquanto buscava ao lado da poltrona o entendimento da engenhoca. – Acho que você não precisa de tanta ajuda assim.

Não preciso mesmo, o santo estava certo. Difícil é mudar o padrão. E agora, o que é que vou dizer naquelas horas? Será que tem algum santo das reclamações bobas?

Vou dar um jeito de agradecer ao Benedito pela visita. Amanhã mesmo passo naquela loja que tem umas poltronas bonitas, escolho uma reclinável, branca, bem macia. E pergunto se entregam no céu.

About these ads

16 responses to “Será o Benedito?

  • Tristinha. « blog da silmara franco

    [...] quando é assim, sempre dou a dica de uma crônica velhinha. Esta aqui eu gosto muito. É a do Benedito, conhecem? EmailTwitterFacebookImprimirGostar disso:GosteiSeja o [...]

    Curtir

  • Simone Huck

    Adorei a imagem do Bene…rs rs. Esse all star prova que ele é homem e não adolescente… rs.

    É, amiga. Há que se levar em conta a quantidade de vezes que “atrapalhamos” os soberanos… Melhor gritar pros mortais: “droga, Huck”… “que saco, Silva”… “relaxa, Franco”… “mais que saco, Popp”…

    Amei a velha-nova crônica!
    Bjs
    Huck

    Curtir

  • Rafa

    Olha só! Vou prestar mais atenção no Ditinho. Um santo que usa All Star não é fraco, não.

    Curtir

  • Rosana Tibúrcio

    Engraçado e emocionante. Em cada santo prum departamento e o all star ri muito e o sofa pro céu me emocionou.
    Muitooooooooooo bom!!! a-do-rei.
    Esse tá na lista “DOS”.

    Curtir

  • Laély

    E não é que você, além de nos fazer pensar, também nos faz rir?!
    Santa imaginação! ( Ops! Essa aí, não tem no Céu!)
    ( Gostei do “gato elástico”! Lembrei do meu Pingo.)

    Curtir

  • Cléo

    Ah, Sil, que bom que ele aparece pra gente à noite… se fosse durante o dia, nem sei se notaríamos, né… seria um tal de gato, cachorro, crianças, passando pelo colo dele! hahahahahaha preciso arrumar tempo pra ler seu blog sempre…rsrsrs bjs

    Curtir

  • Raquel

    Adorei este aqui como todos os outros textos do blog. Brilhante.

    Curtir

  • Tania Josefa

    SANTA criatividade, hein, Silmara???!!!!
    Acho que todos estão reunidos lá no céu, sentados nas nuvens, porque eles ainda não tem poltronas,……………..pelo menos SÃO BENEDITO,….
    por enquanto!!!
    Enfim, devem estar todos,…….. sorrindo,… muito felizes com sua poesia.
    Por que isso é uma poesia!!!
    Sua conversa com o SANTO MOURO, onde ele explica, numa linguagem simples, atualizada, moderna,….. porque ele é um SANTO moderno,……….
    aqueles PÉS BALANÇANDO SOB AS VESTES expondo seu ALL STAR, é mais que prova disso,…….. moderníssimo!!!………Essa conversa é demais!!!
    No trecho onde ele diz:-“Acho que você não precisa de tanta ajuda assim.”
    O SANTO ESTAVA CERTO, acho que quem está precisando de ajuda agora é ele. Como funciona a ENGENHOCA da POLTRONA, e como despertara nele aquela RISADA GOSTOSA!!!
    Como, com tudo, e para a nossa felicidade ainda existem pessoas como você, que dedicam seu tempo nos dando presentes como esse texto.
    Levando sorrisos, carinhos, simpatias, e amor a tanta gente, como eu!!!
    A troco do belo,… talvez, do seu prazer em escrever, em partilhar, dividir, coisas lindas que você tem aí dentro de você!!!
    E por favor Silmara, não MUDE O PADRÃO, é bom, é inteligente, leve e alegre demais!!!
    Nas suas HORAS BOBAS, será uma disputa acirrada lá em cima, esperando o nome do SANTO que será aclamado!!!
    Fique tranquila, todos os SANTOS são do bem, eles não discutirão, não farão caras- feias, muito menos ficarão de mal.
    Todos, numa corrente linda e única te darão a tranquilidade e paz que estiver precisando.
    Pessoas como você serão SEMPRE ILUMINADAS!!!
    Adorei SÃO BENEDITO, que também usa ALL STAR como eu, SÃO LONGUINHO, com todo aquele carinho de nos permitir trocar seu nome, SANTA EDWIGES que cuida do FINANCEIRO e poderia nos ajudar a colocar uma mulher na presidência para ver se damos um jeito nesse país e SANTO EXPEDITO, todo fashion na área de MARKETING.
    Vou torcer muito para AQUELA LOJA QUE TEM POLTRONAS BONITAS, que você conhece, entregarem a POLTRONA NO CÉU!!!
    Um grande beijo,
    Com muito carinho,
    Tania Josefa.

    Curtir

  • Valéria

    Silmara querida,
    Vc responde comentários MESMO?! Fiquei encantada e lisonjeada.
    Obrigada
    Valéria

    Curtir

  • Maino

    O Longuinho é bem usado/chamado aqui pelos lados do sul…;-)

    Curtir

  • paula mello

    Ai, que bom que santo não cobra visita, senão eu estaria atolada em dívidas hahahahahaha!!
    Compartilho o santo contigo, mesmo não sendo católica, pra vc ver como eles são democráticos!!!
    Uma semana iluminada!!

    Curtir

  • monica paiva

    Esta história foi genial. Voce escreve no Estado de Minas. Parece cronica do estilo dos mineiros.
    ]Com carinho Monica

    Curtir

  • Elzira

    Que delícia ler essas linhas…
    quanto carinho…e delicadeza….
    Não é que os Santos nos visitam mesmo?
    Abraços….Elzira

    Curtir

  • Joseliane A. Stanger

    Que fofo, Silmara!
    Se ele chegasse por aqui, ia senta no meu sofá novinho, que não reclina, mas é fofo também, hehehe … E o AllStar, é ótimo, amei….
    beijos

    Jo

    Curtir

Quer comentar?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 265 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: